Domingo, 21 de julho de 2024
Buscar
Fechar [x]
SAÚDE
23/05/2024 17h16

Campanha de Vacinação contra a Poliomielite começa na próxima semana em SC

Vacinação para crianças menores de 5 anos ocorre entre 27 de maio e 14 de junho, com dia D de mobilização em 8 de junho

A Secretaria da Saúde de Santa Catarina lança, na próxima segunda-feira (27), a Campanha de Vacinação contra a poliomielite, direcionada a crianças menores de 5 anos. O objetivo é alcançar crianças não vacinadas ou com esquema vacinal incompleto, elevando assim as coberturas vacinais e prevenindo a reintrodução do vírus causador da paralisia infantil.



Arieli Schiessl Fialho, gerente de doenças infecciosas agudas e imunização da DIVE, ressalta a importância da campanha. "Desde 1989 não registramos casos de poliomielite em SC, graças aos altos índices de vacinação. No entanto, desde 2018, não atingimos a meta de 95% de cobertura vacinal, recomendada pelo Ministério da Saúde, deixando-nos vulneráveis à reintrodução do vírus", destaca Arieli.



Os dados mostram que a última vez que SC alcançou a meta foi em 2017. Desde então, os índices caíram, com 94,59% em 2018, 93,68% em 2019, 88,70% em 2020, 83,76% em 2021, 87,31% em 2022 e 90,36% em 2023.



Esquema de Vacinação



A vacina contra a poliomielite faz parte do Calendário de Vacinação de Crianças, disponível gratuitamente o ano todo nas salas de vacinação do estado. O esquema de vacinação inclui três doses da vacina inativada poliomielite (VIP) aos 2, 4 e 6 meses, e dois reforços com a vacina oral poliomielite (VOP) aos 1 ano e 3 meses e aos 4 anos. Durante a campanha, a dose da VOP será aplicada de forma indiscriminada a todas as crianças de 1 a 4 anos, desde que já tenham recebido o esquema primário com a VIP.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre a Poliomielite



A poliomielite, conhecida como paralisia infantil, é uma doença grave e contagiosa que causa paralisia irreversível nos membros inferiores. Não existe tratamento específico para a doença, sendo a vacinação a única forma de prevenção. Atualmente, não há registros de casos ou circulação do vírus no Brasil, mas a presença da doença em países como Paquistão e Afeganistão reforça a necessidade de manter a população vacinada.



 



Receba as principais informações do portal em nosso grupo de leitores do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/GFBj961lXAC5HR6GTjhg4J


Fonte: Redação
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.