Domingo, 21 de julho de 2024
Buscar
Fechar [x]
SAÚDE
08/03/2024 09h00

Vacinação contra dengue em SC tem ampliação de faixa etária

Imunizante é aplicado em 13 municípios da região Norte, devido à limitação da quantidade neste 1º lote. Estado tem baixa adesão, apesar de estar em emergência por causa da doença

A vacinação contra a dengue teve a faixa etária ampliada em Santa Catarina pela Secretaria de Estado da Saúde, após recomendação do Ministério da Saúde. Agora, as doses podem ser aplicadas em crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos.

Antes, a vacina só estava disponível para a faixa etária de 10 a 11 anos. As informações foram divulgadas pela secretaria nesta quinta-feira (7).

Em Santa Catarina, a vacina contra a dengue é aplicada em 13 municípios da região Norte (veja abaixo), a mais atingida pela doença, que transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti.

A ampliação da faixa etária ocorreu, segundo o ministério, para dar mais agilidade à vacinação.

Apesar da oferta gratuita da vacina, a adesão é baixa em Santa Catarina. De acordo com dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do estado (Dive), 17% das crianças de 10 a 11 anos receberam a primeira dose nos 13 municípios.

Com a ampliação, a população a ser vacinada sobe de 29.099 para 71.468. A meta recomendada pelo Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% do público total. A imunização começou em 24 de fevereiro em Joinville, maior cidade do estado.

A baixa adesão à vacina ocorre mesmo em um momento em que Santa Catarina está em situação de emergência por causa da dengue.

Até 19h30 desta quinta, 16 pessoas haviam morrido por causa da doença. Outros cinco óbitos estão em investigação para saber se estão relacionados à doença.

Vacinação

Os municípios em que ocorre a imunização são:

Joinville

Araquari

São Francisco do Sul

Barra Velha

Garuva

Balneário Barra do Sul

Itapoá

Jaraguá do Sul

Guaramirim

Schroeder

Massaranduba

São João do Itaperiú

Corupá

A criança ou adolescente deve tomar duas doses da vacina, com um intervalo de três meses entre elas.

A vacinação contra a dengue tem como objetivo reduzir as hospitalizações e mortes por causa da doença. Para isso, o estado precisa alcançar a meta de 90% da população imunizada com o esquema completo, conforme a secretaria.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Prevenção

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica divulgou orientações para evitar a proliferação do mosquito. O importante é não deixar água parada, para que o inseto não consiga se reproduzir.




  • evite usar pratos nos vasos de plantas - se usá-los, coloque areia até a borda;

  • guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;

  • mantenha lixeiras tampadas;

  • deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;

  • plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;

  • trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;

  • mantenha ralos fechados e desentupidos;

  • lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;

  • retire a água acumulada em lajes;

  • dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;

  • mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;

  • evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;

  • denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;

  • caso apresente sintomas de dengue, febre de chikungunya ou vírus da zika, procure uma unidade de saúde para o atendimento


Fonte: Redação/G1
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.