Domingo, 13 de junho de 2021
Buscar
Fechar [x]
GERAL
10/02/2021 14h06

Brasil também é destaque no número de mortes, além apresentar maior incidência de queda

2.194 morreram atingidas por raios e 43% no Verão. Chance de uma pessoa perder a vida é de uma em 25 mil. Parece pequena.

Além de ser o País que lidera em ocorrência de descargas elétricas, com 78 milhões de incidências, o Brasil também se destaca em quantidade de mortes devido à queda de raios, e ocupa o 7º lugar mundial. A orografia e extensão territorial são muito favoráveis para que haja formação de nuvens convectivas, responsáveis pelas tempestades com descargas elétricas.



Segundo um material produzido pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat/Inpe), imagem acima, até 2019 o Brasil registrou 2.194 mortes devido às descargas elétricas e cerca de 43% dessas mortes ocorreram durante o Verão. Os dados estatísticos levantados mostraram que a chance de uma pessoa morrer atingida por um raio no Brasil é de uma em 25 mil.



Embora pareça pequena, para esclarecer, o coordenador do Elat comparou essa probabilidade com a de um ser humano ser mordido por um cachorro que é uma em 100 mil. Ele ressaltou que as chances aumentam em até 2,5 vezes se a pessoa estiver desprotegida em uma área descampada durante uma tempestade, que costuma produzir cerca de três raios por minuto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assim, em 30 minutos a probabilidade de morrer atingido por um raio foi de uma em 25 mil para uma em 10 mil.



A Primavera e o Verão representam juntos 76% dos casos, dando destaque para a Região Sudeste com um total de 327 mortes. Essas estações, por serem as mais quentes, proporcionam uma maior facilidade na formação de nuvens de tempestade, devido às temperaturas mais elevadas e a umidade disponível, variáveis fundamentais para alimentar uma nuvem e a formação de raios.



Além disso, dados do Inpe destacam que o número aumenta significativamente em anos de El Niño e La Niña.



Receba as principais informações do portal em nosso grupo de leitores do WhatsApp. Acesse https://chat.whatsapp.com/HeG3PqbYKi46U6f677uvai

Fonte: Climatempo/Foto: Jerbarber by Getty Images/ Divulgação
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia