Quinta, 23 de maio de 2024
Buscar
Fechar [x]
Dra. Dayane Thizon Uliano
07/05/2024 15h21

Leite materno causa cárie?

Imagem 1: Bebê amamentando no peito (https://revistacrescer.globo.com/Bebes/Saude/noticia/2018/08/amamentacao-causa-caries.html)
Imagem 1: Bebê amamentando no peito 

Que o leite materno é considerado um alimento ouro já sabemos. Ele fornece todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento do bebê, protege contra doenças infecciosas, alergias e, na visão da odontologia, a sucção do seio estimula o desenvolvimento correto dos músculos da face e a formação adequada do céu da boca, o que pode prevenir problemas dentários e de fala no futuro.
Por isso, a Organização Mundial da Saúde recomenda que o aleitamento materno exclusivo seja mantido até os 6 meses de idade e a seguir complementada com alimentos adequados, porém sem descontinuar a amamentação até os 2 anos.
Entretanto, também muito ouvimos falar que o leite é o culpado pelo surgimento da cárie da primeira infância, e essa informação leva muitas famílias ao desmame precoce.
 
Será que isso é realmente verdade?
 
Primeiro precisamos entender como acontece a cárie.
A cárie é uma doença multifatorial, ou seja, depende de diversos fatores associados para que ocorra a doença. Resumidamente, para que ela se desenvolva é necessário que o dente tenha contato com bactérias cariogênicas (que contribuem para formação da cárie) e açúcares (doces, amidos) por um determinado tempo, sem que haja a higienização.
Durante esse tempo de contato, as bactérias produzem ácidos que deixam os dentes mais porosos, ocasionando a desmineralização da superfície do dente. A saliva em contrapartida, pela sua composição, faz a neutralização desses ácidos e acontece a remineralização. Porém quando prevalece mais a desmineralização que a remineralização, a cárie é propriamente formada.
Neste processo, a higienização vem como grande aliado, pois além de desorganizar as bactérias para elas não se fortalecerem em colônias, aumenta a presença do flúor na saliva, deixando mais forte a remineralização.
Seguindo esse pensamento que muito se falou sobre o leite materno causar cáries, afinal ele possui açúcares naturais.
 
Mas a verdade é não, o leite materno de maneira única e exclusiva não tem esse potencial!
 

Imagem 2: Cárie Precoce na Infância não está associado ao aleitamento materno.
Imagem 2: Cárie Precoce na Infância não está associado ao aleitamento materno. 


 

 
Ele não tem capacidade de iniciar o processo que resulta em cárie. O açúcar do leite promove menor queda do pH, ou seja, o açúcar presente no leite materno, mesmo sendo um açúcar, não é capaz de fazer com que a saliva fique ácida suficiente para tornar o meio crítico para cárie.
Vale ressaltar ainda que na composição do leite materno há presença de cálcio e fósforo, que fortalecem a estrutura dentária, dificultando assim que o esmalte passe pelo processo de desmineralização.
Sendo assim, de acordo com a Academia Americana de Pediatria, a amamentação é vista como um importante fator protetor contra a cárie dentária, já que o leite materno contém fatores naturais de proteção e a sucção do seio estimula a produção de saliva, que ajuda a neutralizar os ácidos que causam a doença.
Uma situação que acaba acontecendo é que quando nascem os primeiros dentinhos, normalmente se inicia também a introdução alimentar. Ao introduzir outras fontes de carboidratos na dieta do bebê, esses sim são capazes de promover maior acidez, e acrescido de uma higiene bucal inadequada enquanto ainda faz aleitamento materno é o que resulta em processos cariosos.
Agora quando o bebê só mama, porém faz uso de fórmula, a história é outra. O contato desse tipo de leite com os dentes é diferente e pode representar um risco maior, já que algumas delas são adoçadas.
Nestes casos, quando há a introdução alimentar ou uso de fórmulas, é importante a realização da escovação dentária com pasta fluoretada.
Essas informações sobre alimentação e orientações sobre a higienização são assuntos abordados nas consultas odontológicas com o Odontopediatra. Procure o seu profissional de confiança e fique bem atualizado.
 

Imagem 3: Bebê X escovação 

 

Dra. Dayane Thizon Uliano

Saúde e Beleza

Cirurgiã-dentista desde 2012, Dra Dayane aborda os assuntos em alta referente à saúde e bem-estar bucal, além do campo da Harmonização Orofacial. Graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL, desde então atuou na área odontológica pelas cidades da região, como Braço do Norte, Garopaba, São Ludgero, Grão Pará, Jaguaruna, bem como em sua cidade natal, Tubarão. Hoje, Dayane é Especialista em Endodontia, conhecido como tratamento de canal, pela UNICAMP através da Faculdade de Odontologia de Piracicaba -SP e cursa especialização em Dentística, setor responsável pela estética dental, clareamento, lentes de contato e restaurações em geral pela Zenith Educação Continuada. Além disso, atua como dentista clínica geral, transitando também pela Harmonização Orofacial, e concentra seus atendimentos em Tubarão, Braço do Norte e Garopaba.

Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.