Segunda-feira, 29 de novembro de 2021
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
19/02/2021 17h58

Delinquência: cresce o número de cães abandonados em Laguna

Muitos destes cães estão atacando e mordendo as pessoas nas ruas do município

A cada dia que passa mais animais são abandonados em Laguna, principalmente os números de cachorros soltos na rua. Com a pandemia do coronavírus esse número cresceu ainda. O cenário é confirmado pela Gerência de Bem Estar Animal, que recebe denúncias de cães acoados e abandonados por veranistas e moradores.



Com problemas econômicos, da mesma forma como foram cortados gastos extras em todas as famílias, muitas também optaram por não ter mais seus animais de estimação. A gerente de Bem Estar Animal Cláudia Regina Carvalho Pereira não tem receio em apontar uma média de 15 mil cães nas ruas de Laguna.



“Infelizmente também temos casos de pessoas que abandonam cães nas ruas do município vindos de outras cidades apenas para este fim, principalmente, lugares mais afastados como região da Praia do Gi e do Sol”, descreve. O popular “degradar”, onde na surdina da noite, ou até mesmo na luz do dia, soltam os bichos e vão embora.



Embora não haja estatísticas oficiais, uma estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que mais de 30 milhões de cães e gatos estejam em situação de abandono no Brasil. Raças como sun tzu, labrador, poodle não são difíceis de encontrar vagando pelas ruas de Laguna, ou com os acolhedores que estão registrados no departamento municipal. A própria gerente do Bem Estar Animal conta que tem labradores mascotes que foram abandonados na praia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Últimas reclamações ocorreram nesta semana de um animal porte médio no Mar Grosso, na região da Praia do Iró. Vítima de abandono. Acuado mordeu pedestres, junto com outros cães formou uma matilha e vem aterrorizando os moradores da região. Equipes do Bem Estar Animal estão realizando buscas na região. Após o resgate, o animal será encaminhado para a casa de uma acolhedora e castrado.



 Outra análise, de acordo com a gerente do Bem-Estar Cláudia o proprietário de cão, que não for castrado não deve deixá-lo na rua para cruzar com fêmeas abandonadas.

A secretária da Pesca e Agricultura, Patrícia da Silva Paulino informa que projeto e propostas para um abrigo municipal existem, próxima etapa é conseguir recursos.



Neste momento, as ações serão concentradas para castração dos animais. Nas próximas semanas, o Governo Municipal, deve relançar o projeto Recicla Pet para juntar tampinhas plásticas que serão revertidas em esterilizações de cães.



Receba as principais informações do portal em nosso grupo de leitores do WhatsApp. Acesse https://chat.whatsapp.com/HeG3PqbYKi46U6f677uvai

Fonte: redação / Foto: PML
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.