Terça, 22 de junho de 2021
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
16/02/2021 09h40

Delegado conta detalhes sobre açougue interditado que vendia carne de cavalo. Proprietário foi preso e pode ser condenado a uma pena de até 18 anos de reclusão

André Crisóstomo, delegado de Trânsito, Crimes Ambientais e Defesa do Consumidor de Tubarão participou do Jornal Hora Hiper desta terça-feira (16)



Na manhã do último sábado (13), foi deflagrada a Operação Horse pela Polícia Civil de Tubarão. Um empresário do ramo alimentício foi preso e seu estabelecimento interditado por vender carne de cavalo como se fosse bovina.



As investigações iniciaram há seis meses após dois homens serem presos na cidade de Imaruí matando cavalos em um abatedouro clandestino. A Delegacia de Delitos de Trânsito e Divisão de Crimes Ambientais (DTCA) da Cidade Azul já possuía informações de que uma casa de carnes, em Tubarão, comercializava carne equina como se fosse bovina, ludibriando os consumidores e colocando em risco a saúde pública.



Os proprietários do estabelecimento responderão por receptação qualificada e crimes contra as relações de consumo, podendo ser condenados a uma pena de até 18 anos de reclusão. O Delegado de Trânsito, Crimes Ambientais e Defesa do Consumidor de Tubarão, André Crisóstomo participou do Jornal Hora Hiper desta terça-feira e contou mais detalhes do caso. Confira.



Receba as principais informações do portal em nosso grupo de leitores do WhatsApp. Acesse https://chat.whatsapp.com/HeG3PqbYKi46U6f677uvai


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fonte: redação / Foto: divulgação
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia