Terça, 21 de maio de 2024
Buscar
Fechar [x]
SAÚDE
01/03/2024 10h11

Bebê prestes a completar 2 meses morre por dengue e se torna a vítima mais jovem de SC

Caso aconteceu em Joinville. O município tem 8 das 11 mortes confirmadas no estado.

Um bebê de 1 mês e 29 dias morreu por dengue em Joinville, no Norte de Santa Catarina, segundo a prefeitura. Segundo o painel da Secretaria de Estado da Saúde, essa é a vítima mais jovem dos 11 óbitos confirmados no estado em 2024.

A morte do menino, prestes a completar dois meses, ocorreu em 21 de fevereiro, em um hospital da rede pública, mas só foi divulgado pela prefeitura na quinta-feira (29).

Conforme o município, a idade do bebê já configura um fator de risco para a doença, tendo em vista que não possui calendário completo de vacinas. A família dele vive no bairro Costa e Silva.

Conforme o painel da dengue da Secretaria de Saúde de Joinville, o município registrou 2.651 casos de dengue até as 7h30 desta quinta-feira. O município, que tem 8 das 11 mortes confirmadas no estado, também investiga as mortes de pai e filha, com 18 minutos de diferença, pela doença.

Em 22 de fevereiro, Santa Catarina decretou emergência epidemiológica pela dengue. Com o documento, o governo diz que pode facilitar e ampliar o acesso e tratamento adequado aos pacientes.



 


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alto risco de transmissão da dengue

Um levantamento da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive) sobre a presença do mosquito Aedes aegypti mostrou que 47 municípios de Santa Catarina apresentam alto risco de transmissão de dengue.

Além disso, o relatório revela que 69 municípios apresentam médio risco e 34, baixo risco. Os resultados auxiliam a entender o cenário de transmissão das arboviroses no estado.

Os municípios considerados infestados pelo mosquito Aedes aegypti precisam realizar o levantamento para a identificação de áreas com maior proporção/ocorrência de focos, bem como dos criadouros predominantes, indicando o risco de transmissão de dengue, chikungunya e zika.



 



Receba as principais informações do portal em nosso grupo de leitores do Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/GFBj961lXAC5HR6GTjhg4J


Fonte: Com informações do G1/SC
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.