Sábado, 15 de junho de 2024
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
25/05/2024 10h53

Companheiro e filho de mulher morta e enterrada no piso de casa são presos

Adolescente também é investigado por suposto envolvimento. Corpo de Michele de Abreu Oliveira, 42 anos, foi encontrado com sinais de violência na própria residência em Palhoça

Foto: Reprodução

O companheiro da esteticista Michele de Abreu Oliveira, de 42 anos, foi preso nesta sexta-feira (24) suspeito de matar e enterrar a mulher sob o piso da própria casa em Palhoça, na Grande Florianópolis. Segundo a Polícia Civil, o filho adolescente do casal também foi apreendido.

O corpo foi encontrado com sinais de violência no primeiro andar da residência na quarta-feira (22). A identidade dela só foi confirmada no dia seguinte. Desde então, a polícia procurava pelos dois.

O homem foi preso em São José, também na Grande Florianópolis, enquanto o adolescente foi localizado em Palhoça e levado ao sistema socioeducativo.

Conforme a Polícia Civil, novos detalhes da investigação serão divulgados em coletiva e imprensa na segunda-feira (27).

Medida protetiva

A esteticista chegou a pedir pelo menos duas medidas protetivas contra o companheiro, que foram concedidas pela Justiça, segundo a Polícia Civil.

Conforme a delegada Gisele de Faria Jerônimo, da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (Dpcami), a primeira solicitação foi deferida em 2021. Já a segunda entrou em vigor em abril deste ano.



"Essa última, de 2024, a notícia foi de lesão corporal. Teve denúncia de agressão. Nessa ocasião, gerou uma prisão em flagrante", comentou.


O homem foi solto na sequência, e a vítima revogou o pedido.

Familiares disseram que ela tinha uma relação conflituosa com o companheiro. Segundo a Polícia Civil, os três moravam juntos. Inclusive, alguns familiares disseram em depoimento que a vítima e o companheiro já estavam separados, enquanto outros afirmaram que o casal estava junto.

Desaparecimento

Familiares registraram um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento de Michele em 17 de maio, mas, segundo a delegada, ela não dava notícias à família desde o início daquela semana, por volta do dia 13.



"A gente precisava partir a investigação de algum lugar. Como as informações que chegaram à polícia foi de que ela fez contato pela última vez da casa, começamos as buscas por ali", explica Gisele.


 



Michele de Abreu Oliveira, 42 anos, estava desaparecida há duas semanas — Foto: Redes sociais/ Reprodução



Michele de Abreu Oliveira, 42 anos, estava desaparecida há duas semanas — Foto: Redes sociais/ Reprodução

A vizinhança contou aos investigadores que eles foram vistos pela última vez no local no dia 17, mesmo dia em que o boletim de ocorrência foi registrado.

Despedida

O corpo de Michele foi sepultado na tarde desta sexta-feira, em Araranguá, no Sul de Santa Catarina, segundo comunicado da funerária Santa Terezinha.

Conforme Myah Trentin, que se definia como melhor amiga de Michele, diz que a vítima atuava como esteticista, mas há havia trabalhado como corretora e cuidadora.

"Ela sempre foi uma pessoa sincera, engraçada, brincalhona, dizia tudo o que sentia. Michele acreditava em vidas passadas, acreditava que nós éramos mãe e filha, pois nossa conexão sempre foi muito forte", comenta.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 



Receba as principais informações do portal em nosso grupo de leitores do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/GFBj961lXAC5HR6GTjhg4J


Fonte: Redação/G1
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.