Terça, 21 de maio de 2024
Buscar
Fechar [x]
SAÚDE
30/04/2024 16h16

SC decreta emergência em saúde pública para combater síndrome respiratória aguda grave

Medida busca enfrentar aumento nas internações e superlotação nos centros de saúde

Nesta segunda-feira, 29 de abril de 2024, o Governo de Santa Catarina decretou situação de emergência em saúde pública em todo o território catarinense para prevenir e combater a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O decreto permite à Secretaria de Estado da Saúde (SES) requisitar administrativamente bens e serviços de entidades privadas, com ou sem fins lucrativos, e editar normas complementares.



A ação segue as diretrizes estabelecidas pela Portaria Ministerial 3556, de 18 de abril, que estabelece, em caráter excepcional e temporário, um incentivo financeiro para o atendimento de crianças com síndrome respiratória aguda grave no âmbito da Atenção Especializada do Sistema Único de Saúde. A secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, destaca a importância dessa medida diante do aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI neonatal, adultos e pediátricos, que permanece acima de 90%.



O decreto nº 574, de 29 de abril de 2024, publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado, foi necessário devido à situação anormal causada pela Síndrome Respiratória Aguda Grave em Santa Catarina. A medida foi tomada com base em indicadores epidemiológicos que apontam para um aumento expressivo nas internações em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) neonatal, pediátrica e adulta, resultando na superlotação dos centros de atendimento e representando um elevado risco sanitário para a população.



Além do decreto de emergência, outras ações para combater doenças respiratórias estão sendo implementadas, incluindo a ampliação da vacinação contra a Influenza para crianças de até 12 anos. Carmen Zanotto destaca a importância da vacinação para reduzir a procura por atendimento nos postos de saúde, UPAs e emergências hospitalares, enfatizando a disponibilidade da vacina até 31 de maio para o público prioritário, que inclui gestantes, puérperas, professores, profissionais da segurança pública, pessoas com 60 anos ou mais e crianças de 6 meses a 12 anos.

 


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Receba as principais informações do portal em nosso grupo de leitores do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/GFBj961lXAC5HR6GTjhg4J


Fonte: SECOM
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.