Sábado, 31 de julho de 2021
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
19/12/2020 07h47

Situação de guardas municipais envolvidos em denúncia é definida

Dois agentes foram suspensos por 30 e 90 dias respectivamente

A prefeitura de Tubarão, por meio da secretaria de Urbanismo, Mobilidade e Planejamento, informa que a situação que envolve os agentes da Guarda Municipal que apareceram em um vídeo que circulou nas redes sociais no mês de junho, em uma abordagem a um cidadão, e que foi alvo de processo administrativo interno desde então, foi definida.

 


Após apuração dos fatos, e do desenrolar do processo na Procuradoria-Geral do Município, o que foi prolongado além do que seria normal em virtude da pandemia e dos períodos de quarentena, a mesma emitiu um parecer, onde recomendou à secretaria, e responsável, Marcone Joaquim, a seguinte definição: dos oito agentes envolvidos, seis tiveram os processos arquivados; a outro foi recomendada uma suspensão de 30 dias, e o último a uma suspensão por 90 dias.



Ressalta-se que esta recomendação foi acatada na íntegra pelo secretário Marcone, que já realizou a indicação, conforme consta nos regimentos, à Corregedoria da GMT. Tão logo este órgão formalize o aceite do parecer, as penas passam a ser cumpridas.



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Relembre o caso:



A conduta de guardas municipais de Tubarão, que golpearam com cassetete e chutaram um homem imobilizado, será apurada em sindicância. A abordagem foi registrada por uma câmera de segurança, e o vídeo ganhou as redes sociais no dia 18 de junho de 2020.  O Prefeitura de Tubarão informou que um processo administrativo vai apurar os fatos para tomar as medidas legais cabíveis.



A ação ocorreu no dia 15 de junho, às 12h20min, e durou menos de quatro minutos. Segundo o procurador do município Marivaldo Pires, o relato que chegou até ele assim que o vídeo começou a circular é que o veículo estaria estacionado em local indevido, e que quando o homem recebeu a ordem de retirar, saiu em disparada e quase atropelou os guardas. Ele também teria ofendido e tentado agredir os agentes de segurança, segundo a informação inicial. 



- Independente de eventual erro, ilegalidade cometida pelo cidadão, a Guarda Municipal não pode exceder o limite. No momento que ela conseguiu evitar a situação, não tinha que ter agressões na sequência. Na sindicância a gente vai poder apurar se houve excesso, e se confirmado, penalizar esses servidores - comentou o procurador.

Fonte: Prefeitura de Tubarão
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.