Domingo, 21 de julho de 2024
Buscar
Fechar [x]
POLÍTICA
13/03/2024 16h17

Lei que pode banir TikTok dos EUA é aprovada pela Câmara

A justificativa é que o aplicativo estaria vigiando os usuários estadunidenses

A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou nesta quarta-feira (13) um projeto de lei que prevê a proibição do TikTok no país se a rede social não cortar os laços com sua empresa-mãe, a ByteDance, e de forma mais ampla com a China. 

O TikTok está na mira das autoridades americanas há vários meses, devido a suspeitas de que a plataforma de vídeos curtos permita a Pequim espiar e manipular os seus 170 milhões de usuários nos Estados Unidos. A empresa negou repetidamente transmitir informações às autoridades chinesas e garantiu que recusaria qualquer possível pedido nesse sentido. 

O texto da lei, adotado por uma larga maioria de 352 votos entre 432 deputados, "não proíbe o TikTok". argumentou o líder dos democratas na Câmara dos Representantes, Hakeem Jeffries, que votou a favor da proposta. "Destina-se a resolver questões legítimas de segurança nacional e de proteção de dados ligadas à relação do Partido Comunista Chinês com uma rede social", explicou num comunicado de imprensa.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Permitir que o TikTok continue a operar nos Estados Unidos enquanto estiver sob o controle do Partido Comunista Chinês é simplesmente inaceitável", comentou o ex-vice-presidente republicano, Mike Pence, em comunicado. 

Antes da votação, a China disse que proibir o TikTok nos Estados Unidos seria o equivalente à principal potência mundial "dar um tiro no próprio pé". Segundo o porta-voz da diplomacia chinesa, Wang Wenbin, a proibição do aplicativo "minará a confiança dos investidores internacionais", alertou o diplomata chinês, condenando o que chamou de "intimidação" da rede social. 

O projeto segue para o Senado, onde seu destino é incerto, já que alguns senadores se opõem a uma medida tão abrangente contra um aplicativo extremamente popular. 

O presidente dos EUA, Joe Biden, disse que, se aprovado no Senado, sancionaria o projeto de lei, conhecido oficialmente como Lei de Proteção dos Americanos contra Aplicativos Controlados por Adversários Estrangeiros.

A lei proposta exigiria que a ByteDance, controladora do TikTok, vendesse o aplicativo dentro de 180 dias ou ele seria barrado nas lojas da Apple e do Google nos Estados Unidos. 

A medida também daria ao presidente dos EUA o poder de designar outras aplicações como uma ameaça à segurança nacional se forem controladas por um país considerado hostil aos Estados Unidos. 

 



Receba as principais informações do portal em nosso grupo de leitores do Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/GFBj961lXAC5HR6GTjhg4J


Fonte: Redação/UOL. Foto: Freepik
Hora Hiper

Tubarão / SC
Avenida Marcolino Martins Cabral, 1788, Edifício Minas Center, Sala 507, 88705-000, Vila Moema
(48) 3626-8001 (48) 98818-2057
Braço do Norte / SC
Rua Raulino Horn, 305, 88750-000, Centro
(48) 3626-8000 (48) 98818-1037
Hora Hiper © 2020. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.